Dúvidas? 11 3052-2529 | 0800 771 2529 Login

Blog Descomplicado

O papel do Instituto Ayrton Senna na correção da distorção idade-série

Redação Radar IBEGESP Inovação e Boas Práticas Matérias Todas 26/01/2021

Conheça as soluções Se Liga e Acelera Brasil!

Ao refletirmos sobre as alternativas para a resolução dos diversos problemas sociais existentes no país, rapidamente – ou por meio de muito diálogo – chega-se a um denominador comum: o acesso à educação por todas e todos que integram a sociedade.

Todavia, apesar de a nossa Constituição Federal prever que a educação é um direito de todos, devendo ser promovida e incentivada pelo Estado e pela família com a colaboração da sociedade, os dados do Censo Escolar de 2019 realizado pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) são preocupantes: de acordo com a pesquisa, a taxa de distorção idade-série para aquele ano, no ensino fundamental, foi de 16,2% e de 26,2% para o ensino médio.

Mas, afinal, o que é a distorção idade-série?!

Ao ler os dados citados ali em cima, com certeza você se fez essa pergunta, né? Veja o conceito do Inep a seguir:


De acordo com o documento Panorama da Distorção Idade-Série no Brasil, elaborado pela UNICEF em 2018, no Censo Escolar de 2017, o Brasil possuía mais de 35 milhões de estudantes matriculados no ensino fundamental e médio (redes pública e privada). No entanto, mais de 7 milhões de estudantes (20%!!) se encontravam na situação de distorção idade-série anteriormente descrita – sendo a sua maioria da rede pública de ensino – evidenciando que, na realidade, o direito constitucional à educação não é usufruído por todos no país.

Por que a correção dessa distorção é urgente?

A correção dessa distorção é urgente, uma vez que ela impacta negativamente na trajetória escolar de crianças e adolescentes por todo o país, acarretando o abandono escolar.

Ademais, segundo a UNICEF, “crianças e adolescentes com dois ou mais anos de atraso escolar estão mais vulneráveis, por exemplo, à violência, para além da sala de aula. A distorção idade-série pode ser considerada como um termômetro e um indicador de outras situações de violações de direitos que ocorrem na vida dessas meninas e desses meninos.”

Outro ponto a se destacar, é que o Plano Nacional de Educação – PNE (Lei nº 13.005/2014) prevê entre suas metas que pelo menos 95% dos alunos concluam o ensino fundamental na idade recomendada, até o seu último ano de vigência, assim como a alfabetização de todas as crianças, no máximo, até o final do 3º ano do ensino fundamental.


Portanto, é certo que a correção da distorção idade-série, além de ser um dever do Estado e das famílias, também consiste em um dever coletivo, abrangendo toda a sociedade. Mas como fazer a diferença?!

Conheça as soluções educacionais Se Liga e Acelera Brasil do Instituto Ayrton Senna

Você já ouviu falar dos programas de correção de fluxo escolar Se Liga e Acelera Brasil do Instituto Ayrton Senna?! Ambos contribuem para que alunos atrasados em seus estudos, por repetência, ingresso tardio na escola ou dificuldades de aprendizagem, possam descobrir uma nova forma de aprender e fortalecer o seu autoconceito. O principal objetivo é corrigir a distorção idade-série por meio da Educação Integral e para isso oferece ferramentas de gestão escolar, material didático e formação de professores. Conheça a seguir os seus principais pontos:

# Se Liga - Alfabetização

Ainda hoje no Brasil mais da metade das crianças chegam ao 3º ano do ensino fundamental sem saber ler ou escrever, fator que impacta negativamente a trajetória escolar de meninos e meninas, aumentando a taxa de distorção idade-série e a evasão escolar. O Se Liga alfabetiza, no período de um ano, estudantes em estado de defasagem idade-série matriculados do 3º ao 5º ano do ensino fundamental.

O forte do programa é promover a alfabetização integral dos alunos de maneira integrada ao seu desenvolvimento socioemocional, permitindo que se alfabetizem e sigam em frente.

# Acelera Brasil - Aceleração da aprendizagem

O Acelera Brasil promove, no período de um ano, a recuperação de aprendizagem de alunos já alfabetizados, mas que estão em situação de distorção idade-série matriculados do 3º ao 5º ano do ensino fundamental.

Reunidos em turmas de aceleração da aprendizagem, eles aprenderão o suficiente para chegar na série correspondente às suas idades, saltando até 2 anos escolares. O programa resgata também a autoestima e desenvolve outros aspectos socioemocionais importantes para que possam continuar os estudos.

Juntos, o Instituto Ayrton Senna e o IBEGESP podem apoiar você ;-)

A maior novidade e alegria do ano de 2019 foi que o Instituto Ayrton Senna nos conheceu e rolou um “match” beeem legal: agora o IBEGESP possui certificação para realizar a implementação do Se Liga e Acelera Brasil junto às secretarias estaduais e municipais de educação!

Se você integra alguma secretaria de educação do país e se interessou pelas soluções acima descritas, entre em contato conosco por meio do nosso site para mais informações!

Tags:


Posts Relacionados