Dúvidas? 11 3052-2529 | 0800 771 2529 Login

Blog Descomplicado

O que gestão de pessoas tem a ver com igualdade de gênero?

Redação Radar IBEGESP Recursos Humanos e Gestão de Pessoas Matérias Todas 02/03/2021

3 dicas pra tornar seu ambiente de trabalho mais igualitário

Gestão de pessoas e igualdade de gênero têm a ver? Claro que sim! Inclusive, já falamos sobre isso em um artigo sobre o impacto que a pandemia teve nas mulheres.

E agora vão 3 dicas pra você garantir uma gestão de equipes que promova a igualdade de gênero!

#1 – ENFRENTE O ASSÉDIO

Você sabia que o Brasil é um dos países que mais tem assédio moral e sexual no ambiente de trabalho? E que mesmo as mulheres sendo minoria no mercado laboral, são as que mais sofrem assédio? Pois é! Esses dados são de uma pesquisa da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais.

E se você acha que a Administração Pública tá fora dessa realidade, já vou te avisando que está enganado. Segundo o Superior Tribunal de Justiça, a estabilidade do serviço público não impede o assédio moral e sexual direcionado às servidoras.

Bora mudar essa realidade? Capacitações e treinamentos para conscientizar os profissionais públicos sobre assédio são cada dia mais frequentes, podendo, inclusive, acontecer na modalidade EAD.

Mas não basta conscientizar, também é preciso criar mecanismos para lidar com os casos que já aconteceram ou que possam vir a acontecer. Abaixo mostramos algumas ferramentas que podem ajudar nessa tarefa.


#2 – ATENÇÃO À REPRESENTATIVIDADE

Já fez o teste do pescoço hoje? Em um episódio do nosso podcast, o Lucas Bulgarelli, que é docente do IBEGESP e especialista em diversidade e inclusão, ensinou essa técnica super bacana: olhe pro lado e conte quantas mulheres você vê no seu ambiente de trabalho. E isso não vale só pra pensar em gênero não. Reflita sobre quantas pessoas negras, indígenas e com deficiência você vê também. Será que é um retrato fiel da sociedade brasileira?

Fazer esse teste do pescoço pode ajudar quem está gerindo a equipe a pensar na famosa representatividade. A gente já falou em um artigo sobre a desigualdade de gênero que as mulheres ocupam menos de 10% dos cargos de liderança no setor público. Então é sempre importante ter em mente como são representados os diferentes grupos sociais no ambiente de trabalho. Será que só alguns deles têm espaço para falar? Será que só alguns ocupam posições de prestígio? Olho vivo nessas questões!

#3 – TRABALHE COM DADOS

Quando a gente lida com gestão de pessoas não tem espaço pra achismos. O que importa são os dados! Leve em consideração as estatísticas. Pensar na desigualdade de gênero no setor público não é mimimi. É um problema real! Apesar de serem 50% da população, as mulheres ocupam uma parcela ínfima dos cargos. Veja abaixo!



Viu como pensar em igualdade de gênero no setor público é assunto sério? Então, fala a sua opinião: você acha que o setor de recursos humanos do seu órgão público está atento a essas questões? Compartilha com a gente! 


Posts Relacionados