Dúvidas? 11 3052-2529 | 0800 771 2529 Login

Blog Descomplicado

Sustentabilidade é o foco da gestão pública inovadora

Redação Radar IBEGESP Inovação e Boas Práticas Matérias Todas 06/04/2021

Seu município está atento aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável?

Lorena é uma servidora pública muito antenada nas questões de sustentabilidade doméstica. Numa manhã, separando seu lixo reciclável, ficou pensando se as atitudes a favor do meio ambiente estavam sendo efetivamente expandidas para as organizações públicas.

Ao iniciar o expediente, Lorena procurou Paulo, seu gestor direto, e perguntou de que forma as medidas sustentáveis estão inseridas na Administração Pública e como contribuir para que isso se torne permanente.

Na conversa, ela soube que diversos municípios brasileiros elaboraram seus Planos Plurianuais (PPAs) com atenção à Agenda 2030, que compõe um plano de ação global com 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e 169 metas a serem alcançadas nos próximos 10 anos. Esses objetivos e metas foram criados para erradicar a pobreza e promover vida digna a todos, dentro das condições que o nosso planeta oferece e sem comprometer a qualidade de vida das próximas gerações.

Entre as orientações, há a introdução de políticas públicas voltadas a diversos aspectos, como melhorias em serviços de saúde, educação e a conquista de cidades e comunidades cada vez mais sustentáveis. Inclusive, clicando aqui Lorena soube a classificação de seu município em relação às práticas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.


Teletrabalho x tecnologia x sustentabilidade

Paulo contou também que desde setembro de 2020, conforme publicado no Diário Oficial da cidade de São Paulo, a prefeitura adotou o teletrabalho permanente nos órgãos da administração direta, autarquias e fundações municipais. A decisão foi tomada “considerando os ganhos ambientais decorrentes da redução da circulação de veículos de passeio, uso de transporte coletivo, do consumo de energia elétrica, água, esgoto, papel e outros materiais e serviços”.

Toda essa vantagem percebida pelo poder público evidenciou o quanto a tecnologia também pode contribuir para a preservação do meio ambiente. Quer um exemplo? A digitalização de processos, que agiliza o andamento das demandas, facilita a busca e compartilhamento de dados, permite a integração de diversos órgãos e, principalmente, anula a utilização de papel e impressora. Ou seja, não só deixa de degradar o meio ambiente, como também melhora a qualidade de vida do servidor.

E Lorena, por ser tão atenta sobre como uma gestão inovadora pode contribuir para a preservação da vida e do meio ambiente, acessou nossos conteúdos sobre sustentabilidade no serviço público, entrou em nosso site para conversar com a equipe comercial e entendeu qual treinamento se encaixava em seus objetivos de trilhar uma carreira alinhada às boas práticas. Faça o mesmo! Estamos à sua disposição.


Posts Relacionados