Dúvidas? 11 3052-2529 | 0800 771 2529 Login

LIDERANÇA E TRANSIÇÃO

Dicas e reflexões sobre as habilidades de um líder

São comuns, na Administração Pública, mudanças de gestores em virtude de eleições. Trabalha-se na esfera pública com líderes de áreas já consolidadas (coordenadores, gestores e outros) que constantemente devem se adaptar às alterações do primeiro escalão. E, de outro lado, estes novos Gestores (Secretários, Presidentes e afins) se deparam com uma equipe que pode estar ou não alinhada às suas estratégias e planejamento.

De um modo ou de outro, não é possível continuar com “hábitos antigos”. Na primeira situação, porque apesar de se ter prévio conhecimento do cenário de trabalho, a diretriz é outra. Já no segundo caso é necessário “ganhar” o time para atingir suas metas. Em ambos os casos, é necessário desenvolver habilidades de liderança.

E surge a questão: quais habilidades ou competências um líder deve ter?  Como lidar com esta realidade na Administração Pública sem a expectativa de incentivos salarias e sem manter os velhos hábitos? Para tanto, o IBEGESP buscou dicas com Leonard Aib, Consultor de Projetos e Desenvolvimento Humano em Liderança.

 

Leonard Aib destaca que ao conquistar este papel, o líder deve estar consciente que sua tarefa é a de entregar resultados por meio de outras pessoas. Será considerado eficaz quem tornar o time eficaz. 
 

Para Leonard, o líder deve desenvolver habilidades e competências que mobilizem o grupo. “Esse desenvolvimento tem que ser na direção e na velocidade necessária para atingir as metas, mas sem deixar de prepará-los e desenvolvê-los para as mudanças e novos desafios que virão” e traz as principais habilidades a serem desenvolvidas. 

Dicas para saber o que sua nova equipe pensa

Partindo do pressuposto de que falar somente com gestores ou somente com funcionários, ou de falar frente a frente ou somente por pesquisa pode gerar um viés muito grande de informação, Alessandra Gaspari, cofundadora do IBEGESP, sugere que o desenho do novo cenário x competências da equipe x desafios seja feito a partir das informações colhidas em três momentos.

1. Conversa com a pessoa que o convidou para assumir o cargo deve ser franca e assertiva para alinhar todas as expectativas e resultados que pretende alcançar. Aqui não pode haver espaços para discussões como: “Sempre foi assim e você não vai mudar”. O novo líder deve sair com uma lista das entregas que precisam ser realizadas no curto, médio e longo prazo.

2. Conversas com pares de gestores estratégicos devem ter um roteiro e não pode haver espaço para “fofocas”. Elas irão tirar o foco do que precisa ser feito e podem aumentar suas barreiras de comunicação com a sua equipe, já que “fofocas” sempre aumentam ideias pré-concebidas em qualquer implantação que venha a ser realizada.

3. Converse com sua equipe em uma reunião onde você tenha certeza de que as pessoas vão se sentir à vontade para expor a opinião delas em relação aos desafios, ou ainda através de uma pesquisa que pode ser encaminhada através de uma plataforma (Surveymonkey; Google docs) onde as pessoas não tenham espaço para se identificarem.

As informações coletadas nos dois primeiros momentos cruzadas com suas dúvidas sobre comportamento, novos desafios e competências da equipe devem nortear a conversa ou a pesquisa.
A consolidação desses resultados deve ser um plano de ação colaborativo e alinhado com o novo time.

 

"Líderes eficazes são aqueles que entregam resultados e fazem acontecer. Eles prometem e cumprem, fazem o que precisa ser feito, ou seja, não fazem apenas certo, fazem as coisas certas.“ Leonard Aib 

Está pronto para aprimorar sua liderança?

O líder não só precisa saber fazer, como também precisa ser capaz de gerar confiança, engajar, motivar e entregar resultados, ao mesmo tempo em que desenvolve as pessoas, inspira e dá o exemplo para a equipe. Com estas dicas, Leonardo Aib garante uma liderança mais efetiva e os seus resultados cada vez melhores! Líderes eficazes permanecem apesar das mudanças de governo, pois conhecem a matéria e são flexíveis às mudanças de diretrizes.