Dúvidas? 11 3052-2529 | 0800 771 2529 Login

OS DESAFIOS DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES NO MODELO EaD

IB COMPARTILHA

 

A coordenadora geral do curso oferecido pelo Centro Paula Souza, Silvana Brenha, revela as questões enfrentadas e as melhores práticas para a implementação de um curso de ensino a distância bem-sucedido. 

O curso de pós-graduação na modalidade de educação a distância: “Formação Pedagógica para Educação Profissional”, partiu de uma iniciativa do próprio MEC, que estabeleceu um Convênio entre o Centro Paula Sousa e o FNDE - Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.

A proposta surgiu com o objetivo de ampliar a oferta e melhorar a qualidade da educação profissional pública em São Paulo, integrando teoria e prática, por meio da utilização de ferramentas de tecnologia da informação para a formação pedagógica de docentes da educação profissional de nível médio.

 

A professora, Silvana Brenha, responsável pela coordenação geral do curso “Formação Pedagógica para Educação Profissional” do Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza comenta sobre os desafios enfrentados.

 

“Em 2014 começamos a oferecer o curso na modalidade EaD e foi desafiador, porque sabíamos o conteúdo, mas não a forma. Então saímos a caça de profissionais capacitados para nos oferecer a nova tecnologia”, relembra.

 

Ela conta que a implementação do projeto demorou um ano e que foi necessário criar todas as normas acadêmicas e inclusive saber lidar com questões práticas bem complexas como, por exemplo, a definição do que é presença em um curso na modalidade EaD.

“Em um curso presencial a norma de presença é clara e objetiva, mas e à distância? Tivemos que criar as normas, inclusive levando em consideração temas como a questão da presença, licença etc. E muitas regras foram sendo construídas conforme as situações foram surgindo”, explica a professora Silvana.

 

Organização curricular

O curso tem duração de três semestres letivos, compostos por oito disciplinas. No total são mil horas de atividades que são distribuídas em 700 horas de disciplinas teóricas e 300 horas de práticas pedagógicas incluindo o TCC. 

Uma questão interessante na implementação do curso foi o processo de elaboração da estrutura de mediação da aprendizagem em um 
ambiente online. Atualmente o curso está estruturado da seguinte forma: Formação Pedagógica, Ambientalização e Disciplinas, Práticas Pedagógicas e também possui um esquema interessante que conta com um tutor e um orientador para cada 25 alunos, o que tem gerado resultados positivos.

“Temos uma resposta muito boa no curso por conta da tutoria, que inclusive, acompanha o aluno ao longo de toda a trajetória do curso”, conta a professora Silvana.

A ideia é promover a integração entre teoria x prática e incentivar a reflexão sobre o papel do professor na educação profissional diante de demandas sociais das novas gerações, bem como o desenvolvimento de processos com metodologias de ensino mais eficazes.

 

“A metodologia e as estratégias de ensino são fundamentais, inclusive no curso temos algumas disciplinas como psicologia da aprendizagem, que faz com que os professores sejam mais sensíveis as demandas, gerando mais empatia com os alunos”, afirma a coordenadora Objetivos do curso:

Mediação de aprendizado no AVA: tutoria e orientação
O trabalho de mediação no AVA é dividido entre o tutor e o orientador, conforme o esquema ao lado.

 

 

 

 

 

Objetivos do curso

  • Promover em nível de pós-graduação a formação pedagógica de bacharéis e tecnólogos para a docência na educação profissional de nível médio
  • Desenvolver competências para a atividade de ensino 
  • Analisar os processos envolvidos no trabalho de ensinar sob a dimensão cultural, cientifico- tecnológico, ético-política, sócio-históricas e ambiental
  • Potencializar a integração entre teoria e prática pedagógica na educação
  • Oferecer aos professores cursistas uma formação em serviço, que lhes possibilite refletir sobre suas práticas pedagógicas
  • Desenvolver competências para a reflexão, discussão e debate que promovam a aprendizagem colaborativa no ambiente escolar

 

 

 

Dentre as disciplinas do curso estão as “Práticas Pedagógicas” que incluem as atividades planejadas pelas quais é possível desenvolver projetos de pesquisa, visitas técnicas, criação de blogs etc. O objetivo é desenvolver a capacidade reflexiva do professor sobre o exercício profissional da docência. 

Como realizar uma prática pedagógica?

O planejamento é a etapa mais importante de todo o processo, então é importante, antes de cada atividade pedagógica, analisar: 

 O que será feito?  -  Prática pedagógica escolhida 

 Onde?  - Nome da escola técnica e instituição que pertence

 Quando?  - Período de execução da atividade

Com quem?  - Indicar o número de alunos, turma, habilitação profissional e qual disciplina

Qual o objetivo geral de aprendizagem?  - Competências gerais que pretende que os alunos desenvolvam.

Dicas para o sucesso de um curso EaD

A coordenadora geral do curso, Silvana Brenha, dá algumas dicas e destaca os pontos primordiais para a implementações de projetos bem-sucedidos na modalidade à distância

• Qualidade do conteúdo
• Profissionais capacitados
• Boa equipe de design para  ambientalização do curso
• Gestão permanente
• Bom suporte pedagógico
• Linguagem clara • Comunicação efetiva

 

 

 

O feedback do curso vem por meio da alta adesão, baixa evasão e a apresentação de trabalhos de conclusão de curso cada vez mais criativo. Segundo Silvana: 

“O pessoal tem inovado bastante. Vemos isso pelos TCCs, que agora chegam com dramatização, videoaula etc. Além disso, 93% dos que terminaram o curso afirmam que mudaram a forma de ensinar, que a aula ficou muito mais interessante. Quem ganha com tudo isso é o aluno.”