Dúvidas? 11 3052-2529 | 0800 771 2529 Login

Conteúdo Descomplicado

Por que capacitar servidores públicos em 2021?

Redação Radar IBEGESP Inovação e Boas Práticas Matérias Todas 12/01/2021

Confira 3 razões!

Por que capacitar servidores públicos é importante? Tenho certeza que de você sabe a resposta, mas pra te ajudar a convencer quem ainda não sabe, vamos colocar aqui alguns motivos:

  • Diante de tantas mudanças legislativas, as capacitações mantêm os profissionais públicos atualizados;
  • Os concursos públicos não preparam os servidores pro cargo que de fato ocuparão;
  • Não importa a área ou carreira, se é setor público ou privado: em um mundo veloz e inovador, só o treinamento contínuo é capaz de tornar os profissionais propositivos e com conhecimento para serem agentes de mudanças.

Tá! Mas esses são os motivos de sempre. O que 2021 traz de diferente? Ora, a Gestão Pública enfrentará ao longo de todo este ano (e dos próximos) uma série de desafios deixados por 2020. Entre a necessidade suprema de preservar vidas e garantir uma retomada econômica consciente, resta à Gestão Pública capacitar-se para garantir um serviço público efetivo. Então vão aqui 3 razões que tornam o desenvolvimento e a capacitação ainda mais primordiais em 2021:

#1 – Sem articulação entre as áreas, não venceremos o desafio

Se tem algo que 2020 mostrou é que todo setor público é linha de frente no combate à pandemia. Um exemplo: não adianta nada termos profissionais da saúde, se não tivermos um setor de compras públicas que garante a aquisição de insumos médicos. Mas o que essa articulação entre as áreas tem a ver com capacitação? Tudo! Um dos maiores déficits da Administração Pública é a visão departamentalizada, em que sabemos muito sobre nossas atividades e tarefas, mas não entendemos muito bem como elas se relacionam com outros setores. Na imagem abaixo, mostramos como esse cenário pode ser revertido por meio de capacitação e desenvolvimento:


Viu só? Quando desenvolvemos nossa habilidade de gerir pessoas e mapear processos, nos preparamos para desafios como o de 2021, em que será tão necessário que os órgãos públicos ajam de maneira integral.

#2 – O mundo do trabalho mudou. Os profissionais também?

Também ficou cansado de ouvir “novo normal” em 2020? Quem não ficou, né? Os desafios que estamos passando estão longe do que chamamos de “normal”. Da mesma maneira, o mundo do trabalho ainda está se reestruturando – o que consideramos “normal”, em termos profissionais, ainda está se redefinindo. E é por isso que o desenvolvimento profissional é tão importante nesse momento:


Quer um exemplo? Uma série de municípios e estados estão passando por mudanças no regime de teletrabalho. Como garantir que os profissionais ajam da maneira esperada nesse modelo trabalhista, sem capacitá-los quanto a isso?

# 3 – Pensar fora da caixa nunca foi tão necessário

Se você é daquele tipo que pensa em capacitação como sinônimo de questão técnica, talvez tenha que rever esse pensamento. Sabia que em 2020 os treinamentos mais buscados foram da área de gestão de pessoas e visavam o desenvolvimento de habilidades socioemocionais?


Em um momento tão desafiador, em que precisamos nos reerguer das dificuldades de 2020, focar em gestão de pessoas e no lado humano dos profissionais públicos não é só importante, mas também indispensável.

Veja um exemplo: uma pesquisa realizada pelo Ministério da Economia em parceria com a Harvard mostrou que no Brasil os líderes que deram espaço e confiança para seus liderados durante o teletrabalho tiveram equipes notadamente mais produtivas que líderes ultravigilantes. É esse tipo de evidência científica que devemos usar para desenvolver nossa habilidade de gerir pessoas e de nos relacionar enquanto profissionais e seres humanos. É esse tipo de desenvolvimento que garante mais produtividade e eficiência.

 

E aí? Quais são as outras razões pra Gestão Pública investir em capacitação em 2021? Compartilha com a gente a sua opinião ;)


Posts Relacionados